A igualdade só é possível quando há participação; a percepção da realidade objetiva é o fator principal.