edição nº 9 ano 2018
outros títulos do autor
Previsões Astrológicas para 2010
Criança ariana
Criança taurina
Criança geminiana
Criança leonina
Criança virginiana
Criança libriana
Criança sagitariana
Criança escorpiana
Criança capricorniana
     
 
veja também
O que é pilates?
Indústria 4.0 ou Quarta Revolução Industrial
Máxima solariana nº13
Teoria da Abrangência na vida cotidiana
Criança canceriana

Dando prosseguimento à série dos signos solares e as crianças, este mês a astróloga Lúcia Maria Silva descreve as que nascem sob o signo de Câncer.

Signo Solaris
O Sol é o doador da vida. É a força vital, a essência, o impulso interior. O Sol e o signo em que ele está representam nosso propósito de vida, a manifestação da  nossa vontade.

Criança com Sol em Câncer
O Apóstolo de Cristo associado ao signo de Câncer é o terno André. André, antes de encontrar Cristo, era discípulo de João Batista e passou grande parte de seu tempo às margens do Rio Jordão batizando as pessoas e anunciando que o Messias não tardaria a chegar. Sempre seguiu o propósito de servir ao próximo com humildade e sacrifício, sendo o primeiro a aceitar Jesus Cristo como o Messias.

Câncer rege o estômago, o tórax e o plexo solar. Seu planeta regente é a Lua, que representa as emoções, os instintos e o princípio feminino.

A criança canceriana tem uma natureza suave, delicada, amorosa e prestativa. Ela deseja a posse absoluta daqueles que ama. A tônica da sua personalidade é a união de sentimento, sensibilidade e intuição diante de quaisquer situações ameaçadoras. Ela não se expõe até ter certeza de como será tratada. Ao menor sinal de rejeição, afasta-se e se retrai.

O jovem canceriano é afável, mas tem uma aparência séria. Sente-se seguro perto da mãe e dentro de casa. Um lar feliz e um bom relacionamento com os pais são quase a garantia de uma vida adulta segura e ajustada. Os pais sempre devem planejar atividades familiares das quais ele possa participar.

Esta criança possui excelente memória, que se revela com riqueza de detalhes. Colhe e guarda fatos da mesma maneira que conserva objetos de valor sentimental. Precisa de um pouco de ajuda daqueles em quem confia para superar a timidez e a insegurança. Ela crescerá no embate constante entre o novo e o velho, pois nem tudo na vida é tão seguro como ela gostaria.

Os pais têm a difícil tarefa de tentar ensiná-la a ter uma percepção de si. O canceriano percebe os sentimentos que existem por trás das palavras, por isso não adianta tentar enganá-lo.

Banhos e brincadeiras com água são excelentes para acalmar esta criança. Nadar pode ser uma ótima maneira de ela resolver quaisquer frustrações e reencontrar a paz.

A criança canceriana é muito receptiva, sensível a tudo e a todos. Sua habilidade intuitiva e psíquica é muito desenvolvida e atua totalmente no nível emocional. É como uma esponja que absorve toda a energia e sentimento do ambiente: se houver tristeza, ela ficará triste; se houver alegria, ficará feliz.

Desde cedo, este jovem precisa aprender a rezar e a pedir proteção para seu anjo da guarda contra forças negativas. Os pais devem manter o ambiente sempre tranquilo e alegre. Ter bons amigos também o ajudará.

Esta criança tem propensão a desenvolver problemas estomacais. É recomendável que ela não coma quando estiver emocionalmente perturbada ou muito excitada. Jamais deve ser forçada a alimentar-se.

O novo canceriano é repleto de sentimentos e tem necessidade de dar e receber amor. É muito cuidadoso com os seus brinquedos, irmãos e amigos. Numa emergência, os pais podem contar com ele para cuidar dos irmãozinhos. No entanto, apesar de isso ser bastante natural para ele, é melhor não fazê-lo com frequência, pois o canceriano também precisa sentir-se cuidado e protegido.

A melhor maneira de fazê-lo colaborar quando ele faz algo errado é questionar como ele se sentiria se estivesse no lugar do outro. É uma criança avessa a disciplinas agressivas e arrogantes. Compartilhar os sentimentos com ela será muito mais proveitoso.

Deem muito carinho a essa criança e nunca se esqueçam de sua sensibilidade – ela não precisa de rispidez ou de severas repreensões para compreender a desaprovação dos pais ou educadores.

 

Lúcia Maria Silva

Lúcia Maria Silva, além de colunista na Revista Solaris, assina o horóscopo do Portal Solaris. É bacharel em Física e licenciada em Física e Matemática pela PUC-SP. Aluna do Solaris desde 1996, promove o Estudo do Potencial Individual, baseado na Teoria da Abrangência, de Sofia Mountian. Diretora do Grupo Astrológico Terceiro Milênio, dedica-se profissionalmente à astrologia há 15 anos. Faz leitura de Mapa Astral, Revolução Solar e Sinastria. Desenvolve Mapas Astrais específicos a crianças, orientando os pais na educação dos filhos. Autora do livro Geração Terceiro Milênio - Astrologia para Crianças (Editora Gente). Trabalha também como Terapeuta Floral pelo Sistema Florais Brasileiros de Joel Aleixo desde 2000.

 
 
Imprimir