edição nº 9 ano 2018
outros títulos do autor
Previsões Astrológicas para 2010
Criança ariana
Criança taurina
Criança geminiana
Criança canceriana
Criança leonina
Criança libriana
Criança sagitariana
Criança escorpiana
Criança capricorniana
     
 
veja também
O que é pilates?
Indústria 4.0 ou Quarta Revolução Industrial
Máxima solariana nº13
Teoria da Abrangência na vida cotidiana
Criança virginiana

Dando prosseguimento à série dos signos solares e as crianças, este mês a astróloga Lúcia Maria Silva descreve as que nascem sob o signo de Virgem.

Signo Solar

O Sol é o doador da vida. É a força vital, a essência, o impulso interior. O Sol e o signo em que ele está representam nosso propósito de vida, nossa manifestação da vontade.

Criança com Sol em Virgem

O Apóstolo de Cristo associado ao signo de Virgem é Felipe. Há poucas referências sobre ele nas Escrituras. Sua função era encontrar alojamentos e providenciar as refeições nos locais por onde passavam os Evangelistas. Ele era prático e organizado.

Virgem rege o sistema nervoso e o intestino. Seu planeta regente é Mercúrio, o Deus Mensageiro, que representa o raciocínio, a inteligência e a comunicação.

A criança virginiana é muito tímida e tem dificuldade em ser compreendida pelas pessoas mais desinibidas. É difícil para ela manifestar seus sentimentos pessoais e, às vezes, parece distante e arredia.

Precisa de muito amor e aceitação dos pais. Na maioria das vezes eles terão que tomar a iniciativa de se aproximar dela para dar e receber afeto.

Para esta criança, o incentivo e a segurança são uma necessidade constante. Ela pode desistir de fazer alguma tarefa antes mesmo de começá-la, pois teme não ser capaz de realizá-la. Na verdade, sua constante autocrítica e exigência consigo mesma a fazem se sentir limitada.

Os pais devem mostrar a ela que aprendemos muito na prática e que o andamento da tarefa é mais importante que seu resultado final. Ajudá-la sem críticas pode favorecer sua autoconfiança. Chamá-la para participar dos afazeres domésticos, por exemplo, fará com que se sinta muito útil.

O jovem virginiano é minucioso e incrivelmente observador. Só se convence das coisas depois de obter todas as informações que julga necessárias, pois, para ele, os detalhes são muito mais importantes que o contexto geral.

Esta criança estabelece padrões muito altos de exigência com relação aos outros, sendo difícil agradá-la e satisfazê-la. Quando se decepciona, fica muito crítica.

Aprender a aceitar as outras pessoas como são é um bom ponto de partida para que ela possa ajudar os outros com mais eficiência, tornando-se menos crítica e mais amorosa.

O virginiano possui grandes poderes mentais. Alta capacidade de concentração e boa memória. Seu cérebro assimila, classifica, detalha e organiza as informações. Gosta de projetos práticos, nos quais pode desenvolver suas habilidades.

Concentra-se demais em tudo e, como assume responsabilidades excessivas para a sua idade, fica nervosa, preocupada e mal-humorada. Os pais devem diverti-la, levando-a de volta ao seu mundo infantil para evitar que ela se esgote.

Para discipliná-la, pergunte a ela o que faria se fossem vocês ou como lidaria melhor com determinada situação. Vocês se surpreenderão com sua resposta. Mantenham-na sempre ocupada com pequenos serviços domésticos ou com algum trabalho manual, assim ela não vai se meter em dificuldades.

Lúcia Maria Silva

Lúcia Maria Silva, além de colunista na Revista Solaris, assina o horóscopo do Portal Solaris. É bacharel em Física e licenciada em Física e Matemática pela PUC-SP. Aluna do Solaris desde 1996, promove o Estudo do Potencial Individual, baseado na Teoria da Abrangência, de Sofia Mountian. Diretora do Grupo Astrológico Terceiro Milênio, dedica-se profissionalmente à astrologia há 15 anos. Faz leitura de Mapa Astral, Revolução Solar e Sinastria. Desenvolve Mapas Astrais específicos a crianças, orientando os pais na educação dos filhos. Autora do livro Geração Terceiro Milênio - Astrologia para Crianças (Editora Gente). Trabalha também como Terapeuta Floral pelo Sistema Florais Brasileiros de Joel Aleixo desde 2000.

 
 
Imprimir