edição nº 12 ano 2018
outros títulos do autor
Nossos olhos
Massageando as unhas
Espreguiçando e Emagrecendo
Vinagre, nosso melhor aliado
Doutor Mindinho
Cuidando do Hara
Doutor Mindinho: uma bola de papel
Sal grosso ou marinho, o tempero ideal para o seu corpo
Na palma de sua mão
Receitas ideais para o seu bem-estar
     
 
veja também
Colágeno: faça você mesmo!
Minha experiência de 10 dias no Irã
Máxima solariana nº16
Harmonia
Repolho, remédio para todos os males

Neste mês vamos falar de uma folha conhecida por todos,  fácil de ser encontrada e  acessível a todos os bolsos: o repolho.

O repolho e seus derivados (couve-flor, couve-manteiga, brócolis) são normalmente lembrados apenas como alimento, sendo preparados de diversas maneiras: refogado, como salada, na sopa, num suflê, numa torta, em conservas etc., mas poucos conhecem o poder medicinal do repolho, antigamente considerado o médico dos pobres. O repolho, em sua composição química, possui calorias, água, hidrato de carbono, proteínas, gorduras, vitaminas A, B1, B2, B5, C, U, K, além de sais minerais, potássio, cálcio, fósforo, sódio, enxofre e ferro. Tem também uma propriedade alcalina por ser rico em vitaminas e sais minerais, especialmente em potássio, cálcio, fósforo e ferro. Por isso constitui um bom remédio para os desnutridos, anêmicos e debilitados em geral.

A água do repolho é ótima para curar as enfermidades do estômago, úlceras internas, hemorróidas e alcoolismo. Para esses casos, basta tomar uma colher de sopa de hora em hora.

Aplicado no couro cabeludo, seu suco favorece o crescimento de cabelo. Neste caso, friccione o suco duas vezes ao dia no couro cabeludo. Para o preparo do suco, as folhas cruas devem ser trituradas num pilão: esmague as folhas e empregue-as também como cataplasma contra feridas, tumores, inflamações, gotas, hemorroidas, reumatismo e abscessos com pus. A cura ocorre em pouco tempo. Outra forma de utilizar as folhas nestes fins é esquentá-las no vapor.

O repolho ainda pode ser utilizado para sanar dores no joelho, cotovelos, tornozelos, inflamação no abdômen, dor de dente, mastite, erisipela, micose, queimaduras, sarampo, dor no peito, feridas infectadas, bolhas, pústulas, furúnculos, urticária, sífilis, etc. Para esses problemas, devemos usar as folhas mais verdes: bastar amassá-las um pouco e esquentá-las, e então cobrir a região afetada e amarrar com ataduras.

O repolho cru representa a melhor forma de consumo dessa folha. Para constipação ou peso no estômago e dores nas juntas, utilize-se de seu suco, que pode ser preparado da seguinte maneira: bata o repolho no liquidificador misturando a folha com água ou suco de laranja com mel, ou usando algum ingrediente de acordo com seu gosto. Tome um copo desse suco todo dia pela manhã, em jejum.

O repolho também favorece o emagrecimento. Comer 100 gramas de repolho, cortado em cerca de 5 por 5 centímetros, antes das refeições, mastigando-o muito bem, deixa a pessoa saciada, reduzindo pela metade o consumo de alimentos. A melhor maneira de comê-lo é cortado bem fino, em forma de salada, sem muitos temperos, apenas com limão, por exemplo. Na Alemanha, Áustria, Polônia e Ucrânia, por exemplo, o repolho fermentado é muito apreciado; o famoso chucrute ajuda a abrir o apetite e a cortar a gordura. O repolho é considerado indigesto porque normalmente é consumido cozido, permanecendo mais tempo no estômago.

Às pessoas com problemas gastrointestinais e crônicos recomenda-se mais cuidado no consumo do repolho, apesar de seu suco ajudar a curar o problema.

Dizem que durante seis séculos os romanos só conheciam o repolho como remédio. Tanto que chegaram a usar o repolho para curar a peste! Então que tal inserirmos o repolho à nossa dieta?

Atualmente estamos muito dependentes dos médicos. Mas devemos lembrar que sempre podemos descobrir opções simples e saudáveis para melhor viver o nosso tão conturbado dia a dia.
 

Setsuko Kobashi

Setsuko Namekata Kobashi, solariana e também sócia da ONG Solaris, começou os estudos com Sofia em 1991, sempre focada na manutenção do bem-estar do corpo e da mente. É especializada na massagem Seitai e no Sootaiho, técnica de exercícios que ajuda a equilibrar o corpo no dia a dia, priorizando a respiração, a alimentação e o pensamento. Setsuko aprendeu o Sootaiho com o Dr. Takao Sunaga, discípulo do Dr. Keizo Hashimoto, o criador da técnica, na província de Niigata, no Japão.
É também grande estudiosa das plantas medicinais, interesse que firmou e aprofundou acompanhando seu pai, Kensaku Namekata, um autodidata no assunto, que, tendo publicado um livro sobre o tema, obteve reconhecimento internacional.
 

 
 
Imprimir