edição nº 9 ano 2018
outros títulos do autor
Um pouco mais de reflexologia
Depois de um dia quente de verão
Enxergando melhor
Cereais para todos os gostos
Tomate
Mastigue bem
Clorofila
Ao despertar
Algas marinhas
Óleo de melaleuca e seus benefícios
     
 
veja também
O que é pilates?
Indústria 4.0 ou Quarta Revolução Industrial
Máxima solariana nº13
Teoria da Abrangência na vida cotidiana
Pernas para o alto

A dica a seguir não é exatamente um exercício, mas uma posição, também utilizada pela ioga, que gera muitos benefícios circulatórios, além de relaxamento.


Como fazer a posição?


Deite-se de costas (no chão ou na cama). Suas pernas devem estar coladas verticalmente na parede, formando um ângulo de 90 graus; braços bem soltos e leves. 


Se houver alguma lesão nas costas, a posição não é recomendável. Pode-se ainda colocar uma pequena almofada na região lombar para melhorar o equilíbrio.


Ao colocarmos as pernas para o alto, alteramos o eixo de nossa postura e criamos um correto retorno venoso, o que costuma ser dificultado pela gravidade. 


O calor intenso também é inimigo da boa circulação e, no fim do dia, sentimos inchaço, cansaço e uma desagradável sensação de peso.


Por quanto tempo ficar na posição?


Quinze minutos diários são suficientes e você pode aproveitá-los para meditar. É um pequeno luxo que agrega valor à qualidade da vida cotidiana.


Por fim, para quem passa muito tempo sentado:


a) Descruze as pernas. Mantenha-as separadas e os pés apoiados no chão. Também vale colocar algum tipo de apoio para que eles fiquem cerca de 15 cm acima do chão.

 

b) A cada hora de trabalho, levante-se da cadeira para movimentar as pernas. Divida o peso do corpo, transferindo-o de um pé para outro.

 

c) Se necessário, converse com seu médico sobre o uso de meias elásticas, de suplementos à base de ginkgo biloba, ou de pimenta caiena (que também ajudam a dilatar os vasos sanguíneos)


Maria Bové Martinez

Solariana, profa. de português, podóloga e terapeuta corporal da linha reichiana.

 
 
Imprimir