edição nº 9 ano 2018
outros títulos do autor
     
 
veja também
O que é pilates?
Indústria 4.0 ou Quarta Revolução Industrial
Máxima solariana nº13
Teoria da Abrangência na vida cotidiana
Espiritualidade Prática

Entre todos os preciosos cursos que fiz no Solaris, há um pelo qual guardo o maior  apreço, o ‘Espiritualidade  Prática’, por conta de sua simplicidade, de sua linguagem universal, além da sabedoria nele contida, lógico!

 

Conto aqui minha experiência como testemunho da eficiência deste caro Ensinamento:

 

Ao saber que uma das divisões da estatal na qual eu trabalhava seria privatizada, resolvi  exercitar a prática tão simples quanto  eficaz, para realizar o desejo de sair da empresa com "chave de ouro"!

Tinha certeza da minha saída permanente da empresa, mas nem imaginava o que poderia ser a "chave de ouro" na despedida.

Para que o meu bastante improvável último desejo, "depois de 28 anos de vínculo de trabalho", fosse  alcançado, exercitei um dos  poderosos  chacras - segundo o ensinamento do  mencionado curso – para que este ponto do corpo providenciasse a resolução!

 

Primeiramente movida mais pela falta de alternativa do que pela crença no aprendizado do curso, aguardei, mas não sem antes ter “entregue” o meu desejo.  

Eis que, ao ter resolvido ajudar a CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) na sua semana comemorativa de novembro daquele ano, me dediquei muito ao presidente, um colega meu, nomeado pela própria estatal, que tentou inovar bastante nos nada convencionais temas de palestras nas áreas de Saúde e Segurança.

A CIPA é uma comissão obrigatória por lei em empresas com mais de vinte funcionários e atua diretamente vinculada à presidência da respectiva empresa, que, no caso, se incomodou com o excesso de arbitrariedades do seu responsável, o meu colega, que eu não consegui harmonizar.

No último dia das intensas apresentações, no fim delas, na semana da CIPA, o presidente da estatal se levanta e, de microfone em punho, vem cumprimentar a mim... !!??!!... pela organização e pela alegria da festa.

Surpresa, eu dividi minha indignação com meu colega que voltaria à sua função no quadro de funcionários, enquanto eu, que nunca havia ocupado "coordenadorias", sairia um mês depois, num Programa de Demissão Voluntária com a desejada "chave de ouro".

 

Namastê, Sofia.

Cynthia Bitran

Taróloga, numeróloga, terapeuta floral, radietesista e reikiana, solariana desde 1995. Realizou o Ciclo da Prosperidade (Seicho No Ie).

 
 
Imprimir