edição nº 12 ano 2018
outros títulos do autor
Ritual da Revelação
     
 
veja também
Colágeno: faça você mesmo!
Minha experiência de 10 dias no Irã
Máxima solariana nº16
Harmonia

A palavra que melhor exprime o estado do ser evoluído é Harmonia.


A harmonia é o acordo perfeito que reina no ente espiritualizado, quer no seu interior, quer no seu exterior. Para podermos apreciar o valor da harmonia, é preciso termos vivido na desarmonia ou termos sentido uma aguda dor.


Não existe na Natureza o repouso absoluto e tudo está em vibração de crescente harmonia. Desde o mais insignificante átomo até o maior dos sóis, tudo vibra com maior ou menor grau de harmonia.


A harmonia resulta da analogia entre as vibrações interiores e próprias do ser e as vibrações no meio em que se encontra.


Nosso organismo está sujeito às leis vibratórias da harmonia, como podemos notar pelos diferentes estados pelos quais passamos. Há em nós uma continua vibração, que produz trocas incessantes.


É assim que passamos do estado de saúde ao de doença, e vice-versa. Porém, em qualquer destes estados, as leis vibratórias da harmonia estão em ação no nosso organismo.


Quando as vibrações harmônicas encontram em nosso ser obstáculos à sua livre manifestação, passamos para o estado chamado doença, em que o movimento alternativo de absorção e de expulsão, as quais constituem as nossas trocas vitais, é irregular e, portanto, desarmônico.


Por que se dão esses fenômenos em nosso organismo? Porque estamos em vibração harmônica com a natureza inteira; porque essa lei admirável age também sobre nossa constituição física.


O nosso corpo é um mundo em miniatura, um universo microscópico e complicado que se acha em vibração constante com o universo indefinido.


É assim que nossa existência, qual o vasto oceano, tem seu fluxo e refluxo, de acordo com as vibrações internas e externas a que estamos sujeitos.

 

O Universo está repleto de harmonia e, se nossa alma vibrar em perfeito acordo com a harmonia universal, ouviremos a música das esferas. Esta expressão não é metafórica, mas positivamente real. Os maiores músicos afirmam ter ouvido, na atmosfera psíquica, os melhores trechos de suas peças.


Os planetas gravitam ao redor de um centro comum, em virtude da lei de harmonia das vibrações. Passeiam na imensidão sideral, sem jamais se chocarem, obedecendo à lei geral de harmonia que se nota na natureza inteira. Não só o sistema planetário, mas também todos os demais que existem no espaço infinito estão sujeitos a essas leis de harmonia.


Colocando-nos em harmonia com nosso ser interior, poderemos compreender os mistérios da Natureza e sentir a ação direta do Criador sobre nossa alma, a fim de iluminá-la e tirá-la da teia da ilusão material.


É pela nossa cooperação em prol da harmonia entre os homens que poderemos conseguir a compreensão do mistério mais profundo da vida e da solidariedade universais.


Seja qual for nosso ramo de atividade, é indispensável a harmonia de vibrações, para que possamos ter bom resultado. Um resultado feliz é sempre consequência da harmonia entre nossas vibrações e as do meio em que agimos.


Para atrairmos uma coisa qualquer é preciso que nos coloquemos em relação harmoniosa com ela, do mesmo modo que, para atrair um objeto de aço, colocamos um ímã em relação harmoniosa com aquele.


Em nosso organismo podemos ver a necessidade de harmonia, pois basta provocarmos um desequilíbrio pela intemperança ou por qualquer excesso para sofrermos as consequências.


Se harmonizarmos nossas condições internas e externas, nos colocaremos em estado propício para alcançarmos tudo o que quisermos no domínio do possível. Assim, chegaremos à felicidade, à saúde, ao conforto e à alegria.


A harmonia nos próprios pensamentos e atos é o primeiro passo no caminho do progresso, tanto material como espiritual, e sem ela nada poderemos obter de permanente e real. Analisando a nossa própria vida, notaremos que tudo o que conseguimos de melhor e durável foi feito em momentos em que estávamos tranquilos, bem-dispostos e sem divergências em nossas ideias.


Concluindo, é essa Harmonia que une o Grupo Revelação do Solaris. Cada pessoa representa um instrumento musical, com seu som, sua vibração, sua peculiaridade. E que unidos formam uma grande orquestra. Uma orquestra com ideias, sensações e sentimentos que cria um grandioso espetáculo de união, sintonia, equilíbrio, energia, fé, apoio e companheirismo.


 
 
Neide Navickis

Formada em Administração de Empresa pela USP, com especialização em Comércio Exterior e Gestão da Qualidade. Solariana desde 1995, atualmente faz parte do Grupo da Revelação.

 
 
Imprimir