edição nº 4 ano 2019
outros títulos do autor
Previsões Astrológicas para 2010
Criança ariana
Criança taurina
Criança geminiana
Criança canceriana
Criança leonina
Criança virginiana
Criança libriana
Criança sagitariana
Criança escorpiana
     
 
veja também
A importância de uma boa mastigação
Ponto de vista
Máxima solariana nº17
Zona de conforto e Plano B
Criança capricorniana

Dando prosseguimento à série dos signos solares e as crianças, este mês a astróloga Lúcia Maria Silva descreve as que nascem sob o signo de Capricórnio.

Signo Solar

O Sol é o doador da vida. É a força vital, a essência, o impulso interior. O Sol e o signo em que ele está representam nosso propósito de vida, nossa manifestação da vontade. 

Criança com Sol em Capricórnio

O Apóstolo de Cristo associado ao signo de Capricórnio é Mateus. Mateus era cobrador de impostos, até que certo dia Jesus o convidou para ser Apóstolo, aprender suas palavras e mais tarde ensiná-las ao mundo. Mateus aceitou o convite, celebrou e mudou o significado de sua vida.
 
Capricórnio rege os ossos, os dentes, os joelhos e a pele. Seu planeta regente é Saturno, o Deus do Tempo, que simboliza a persistência, os limites e a sabedoria.
 
A criança capricorniana é mais paciente, comportada e disciplinada que qualquer outra. Sempre séria, parece ser mais velha do que é. Seu jeito um tanto carrancudo e atento, apesar de inocente, intimida um pouco.
 
É uma criança realista, dando pouco valor a fantasias e a metas inatingíveis. Precisa muito ver os resultados práticos de suas ações. Meticulosa, cuidadosa e perseverante, encara todas as coisas com cautela, avalia as possibilidades e planeja para alcançar seus objetivos. Coleciona pessoas e objetos e apega-se a tudo o que acumula.
 
Tende a ser extremamente dura consigo mesma, pois é intolerante com suas fraquezas. Sua consciência precoce a julga pelos menores erros que comete, o que, sendo apenas uma criança, é bastante surpreendente. Os pais devem ajudá-la a não ser tão exigente consigo mesma.
 
É um tipo de pessoa que desde cedo gosta de receber responsabilidades. O capricorniano vai gostar de ter algo sob sua autoridade, nem que seja cuidar do próprio guarda-roupa.
 
É capaz de ter atitudes muito maduras para a idade, e isso pode fazer com que os adultos esperem dele mais do que deveriam esperar.
 
Mesmo que a liberdade desta criança nunca tenha sido restrita, cedo ou tarde, ela tenderá a fazê-lo por conta própria. Essa atitude está intimamente ligada com a sua necessidade de ter limites.
 
O jovem capricorniano pode ficar um pouco deprimido ou ter ataques inexplicáveis de mau humor. É muito preocupado e aflige-se facilmente, pode ser pelo simples fato de não querer se atrasar para a escola, ou pela curiosidade de saber como Papai Noel poderá descer pela chaminé.
 
Às vezes, só consegue ver o lado ruim das situações, tendendo ao pessimismo. Mas, para essa criança, isso é uma forma de proteção – sabe que, se enxergar as armadilhas, pode evitá-las.
 
Ajudem-na a perceber que as pessoas podem não reagir bem a esse tipo de astral e considerá-la uma desmancha-prazeres. Ela precisa ser estimulada a brincar, a divertir-se e a desenvolver seu senso de humor.
 
A criança sob o signo de capricórnio realmente respeita os adultos e esforça-se ativamente em copiar o modelo ditado por eles. Geralmente adora as atitudes dos pais, que devem expressar-se de forma calorosa e ensiná-la a ser tolerante consigo mesma e com os outros. Desse modo, ela aprenderá a relaxar e deixará vir à tona seu lado mais brincalhão.
 
A disciplina não é muito necessária, pois ela já é naturalmente muito disciplinada. Sente-se extremamente mal se a julgam incompetente ou se a tratam com desrespeito. Ela sempre vai tentar agradar os pais para receber o respeito deles.

Lúcia Maria Silva

Lúcia Maria Silva, além de colunista na Revista Solaris, assina o horóscopo do Portal Solaris. É bacharel em Física e licenciada em Física e Matemática pela PUC-SP. Aluna do Solaris desde 1996, promove o Estudo do Potencial Individual, baseado na Teoria da Abrangência, de Sofia Mountian. Diretora do Grupo Astrológico Terceiro Milênio, dedica-se profissionalmente à astrologia há 15 anos. Faz leitura de Mapa Astral, Revolução Solar e Sinastria. Desenvolve Mapas Astrais específicos a crianças, orientando os pais na educação dos filhos. Autora do livro Geração Terceiro Milênio - Astrologia para Crianças (Editora Gente). Trabalha também como Terapeuta Floral pelo Sistema Florais Brasileiros de Joel Aleixo desde 2000.

 
 
Imprimir