revista solaris

Enxergando melhor

Uma pessoa que mantém 8h de sono regularmente usa os olhos pelo menos 16h por dia. Imagine como seus músculos se sentiriam se fossem utilizados assim. Já se cansou? Pois é.

No entanto, para relaxar os músculos do corpo, conhecemos inúmeros exercícios de alongamento. E os olhos, como mantê-los saudáveis?

Há uma série de exercícios praticados em países como a China e a Índia que envolvem os olhos. Nessas culturas o corpo é trabalhado sempre como um todo, e os olhos estão obviamente inclusos. No geral, o enfoque se dá em manter uma alimentação saudável e o equilíbrio do corpo, sabendo da importância de relaxá-lo e de descansá-lo, sempre num estado mental harmonioso. No ocidente, práticas que tratam o ser humano como uma unidade têm recebido mais destaque ultimamente.

Em se tratando dos olhos, temos o interessante trabalho de Dr. William H. Bates (1860-1931), físico norte-americano que trabalhou no campo da oftalmologia e criou o famoso Método Bates. Dr. Bates pesquisou o funcionamento dos olhos e desenvolveu uma nova abordagem para o aperfeiçoamento da visão, baseada em 3 pilares: (1)focar; (2) movimentar; (3) piscar.

Um famoso seguidor do Método Bates foi o ucraniano Meir Schneider (1958), que, tendo nascido com inúmeros problemas oculares, perdeu a visão aos 7 anos de idade. Schneider dedicou-se aos exercícios do Dr. Bates, incorporando técnicas de ioga e de automassagem. Um ano e meio depois, ele recuperou a visão funcional. Hoje, Schneider vive nos EUA, onde concluiu seu doutoramento sobre terapias e técnicas de massagem em casos de distrofia muscular. Também criou várias fundações, como o Center For Self-Healing.

Com tudo isso em vista, vamos a alguns exercícios e dicas de relaxamento dos olhos:
1. Quem passa horas diante do computador deve piscar repetidas vezes para umedecer as pupilas com frequência
2. Bocejar é uma ótima forma de relaxar o rosto
3. Para a automassagem, aqueça suas mãos, esfregando uma contra a  outra, e cubra os olhos com elas em forma de concha − os dedos ficam sobre a testa, e as palmas não tocam o globo ocular. Então feche os olhos e abra-os lentamente
4. Sem movimentar a cabeça, mexa os olhos com movimentos circulares − para cima, para os lados e para baixo
5. Olhe para o teto e em seguida mova sua cabeça em direção ao ombro direito, ao ombro esquerdo e para baixo, encostando o queixo no peito
6. Aperte os olhos com força e então abra-os o máximo que puder, arregalando-os

Experimente: além de fáceis, esses exercícios não têm contraindicação. E, claro, mantenha seu corpo equilibrado e frequente seu oftalmologista regularmente.

Maria Bovè Martinez
Solariana, profa. de português, podóloga e terapeuta corporal da linha reichiana.
Compartilhe:

veja também

edições anteriores

outros títulos do autor

Inhame

Inhame é um tubérculo de grande valor nutritivo de origem africana. De formato irregular e

Melancia

Se você quer uma fruta refrescante para a época de calor, como agora, não dispense

Na dúvida, agrião

Sempre que estiver na dúvida ao comprar os ingredientes de sua salada, dê preferência ao