revista solaris

Novos tempos

Atualmente vivemos um momento caracterizado por mudanças políticas e econômicas, desequilíbrio ecológico, guerras e manifestações violentas e, ao mesmo tempo, pelo desenvolvimento de novas tecnologias, que facilitam a comunicação e revelam inúmeras possibilidades criativas, e por incontáveis descobertas científicas.

Não importa o nome que damos a esta fase de nossa História, ela ainda é contraditória, acontece numa velocidade atroz e se define, principalmente, por uma grande transformação de mentalidade, que passa a incluir: compreensão ecológica, abordagem espiritual e consciência grupal. Assim, essas características, mesmo ainda com algumas expressões contrárias, facilitam a comunicação, o relacionamento e a interação de grupos.

Durante este processo de transição, começamos a aprender a ser responsáveis por nossas ações, tanto individuais quanto coletivas, e a nos relacionar corretamente. Começamos a reconhecer que a sobrevivência das futuras gerações de todos os reinos da natureza, incluindo o nosso, depende de nossa atitude presente e de nossa interação consciente com a dinâmica do universo.

Diante deste cenário, cabe a cada um se indagar:

Qual é o meu papel neste momento de transição? Como posso contribuir pessoalmente para esta nova fase da humanidade e do planeta?

Existem várias maneiras de assumirmos nossa responsabilidade neste período: podemos mudar nossas atitudes pessoais, agir em grupos, em nossa comunidade ou globalmente. No entanto, independentemente de que maneira fazemos isso, existem valores que facilitam esse processo e que devem permear quaisquer atitudes.

Divulgados pelo CEPAZ (Centro de Educação para a Paz), pelo Centro de Psicossíntese de São Paulo e por outras associações, esses valores, se compreendidos e praticados, nos possibilitam viver em harmonia com nós mesmos, com as outras pessoas, com o meio onde vivemos, com a natureza e com todo o Universo. São noções que favorecem mudanças na maneira em que pensamos e agimos e promovem uma forma de vida que estimula o estabelecimento de um ciclo novo e positivo na humanidade, baseado em interconectividade, consciência grupal, unificação, síntese e universalidade.

Os valores podem ser resumidos em três leis e princípios universais:

LEIS PRINCÍPIOS

Corretas Relações Humanas Boa Vontade

Esforço Grupal Unanimidade

Aproximação Espiritual Divindade Essencial

Nos próximos meses, vamos conhecer um pouco de cada uma das leis e princípios, e aprender a lidar com eles. Afinal, não adianta buscarmos respostas em antigos conceitos: novos tempos chegaram exigindo um novo posicionamento.

Texto baseado em Meditação e Síntese – Parassíntese, Visão e Missão (São Paulo, Ed. Totalidade, SP, 2004). Organizado pelo CEPAZ, o livro reúne textos de Roberto Assagioli, fundador da Psicossíntese.

Laura Paladino de Lima
A solariana Laura Paladino de Lima, integrante do grupo Liberdade, é formada em História e Administração pela PUC-SP. Dedica-se ao estudo de História da Arte em instituições como PUC-SP, MASP, ICIB (Instituto Cultural Ítalo Brasileiro), IICSP (Instituto Italiano de Cultura SP). Autora do livro Gigi e as S(r)mentes (São Paulo, Totalidade, 2001, 2ª. ed.).
Compartilhe:

veja também

edições anteriores

outros títulos do autor

Lei do Esforço Grupal

Dando prosseguimento às leis e aos princípios que servem de base à vida atual, vamos