revista solaris

“Samuel”

No meio desta confusão no final de 2023, reencontrei um herói. Fazia tempo que não pensava nele, um escritor americano de que gosto muito, o Mark Twain.
Eu e Twain temos muito em comum. Somos apaixonados pelo Rio Mississippi, tínhamos a admiração de meu pai, adoramos escrever e viajar e temos um certo desdém por instituições. Aliás, Mark Twain não é o seu nome verdadeiro, Mark Twain é o que chamamos de pen name, pseudônimo de escritor. Seu nome real é Samuel Clemens. Nascido na terra dos crocodilos, na Flórida, foi considerado o maior humorista americano como também o pai da literatura americana.

Somos apaixonados pela Joana D’Arc. Desde pequena, quando assisti a Ingrid Bergman interpretando a Joana, fiquei impressionadíssima com a moça. Adorava a coragem, a simplicidade e a conexão com o divino da jovem. Aos 17 anos, Joana lutou, na verdade, comandou os guerreiros de seu país, a França, em batalhas-chave durante a Guerra dos cem anos contra a Inglaterra. Considerada a Padroeira da França, foi canonizada pela Igreja Católica em 1920 e conquistou o Twain como nenhum outro. Twain escreveu uma obra sobre ela que ele próprio dizia ser seu melhor livro. Ele dedicou 12 anos de pesquisa e levou dois anos para escrever o livro, que é bem menos conhecido do que seus clássicos Tom Swayer e Huckleberry Finn. Para o seu Joana D’Arc, ele estudou a história dela tanto do prisma do povo francês como o do inglês; queria ter uma visão plena dos acontecimentos, das narrativas, dos sentimentos. Disse ter escrito vários manuscritos até encontrar a história que queria contar. Disse que para seus outros livros não precisou de nenhum preparativo, mas que a Joana foi especial. O livro parece muito legal, o narrador do livro é um amigo de infância da Joana.

Como eu, Twain tornou-se obcecado por ela: “Joana foi um dos maiores seres humanos da terra, além do Outro”. Jesus. O corte de cabelo da Joana foi minha marca registrada por muitos anos. Franjinha e chanel, pelos meus passeios visitava a Catedral de Saint Patrick, em Nova Iorque, com frequência, para sentir a grandiosidade divina.

Fica a dica para este livro de um grande escritor, imagine 14 anos de labuta! Parabéns, Twain! O livro em si já me parece milagroso! Histórias de fé e poderes sobrenaturais caem bem para este final de 2023.

Daniela Pompeu
Daniela Pompeu, brasileira-americana, neta, filha, sobrinha e irmã de jornalistas, mora em Los Angeles, Califórnia. Graduada em Inglês pelo Hunter College, Nova Iorque, com especialização em Literatura Medieval. Formada em Acting pelo Catherine Gaffigan Studio of Acting, Nova Iorque. Escreve um blog semanal: www.danielawrites.net . Autora dos livros "Tea with Dani", "It's with H, Sir" e "Never Let a Good Crisis Go to Waste, I Can't Stand the Bull Crap".
Compartilhe:

veja também

edições anteriores

outros títulos do autor

Quarta Surpresa

Cleópatra e Marco Antonio.Um dos casais mais famosos da história. Ela, então… provavelmente a mais

Terceira Surpresa

Eu ainda estou surpresa com a decisão de jerico de mudar a final da Copa

Segunda Surpresa

Decidi dedicar meus artigos de 2024 ao elemento surpresa. Escrevi sobre surpresa no mês passado

Surpresa

2024 tem sido uma correria danada, mas agora deu uma amenizada e vou aproveitar o

Bem-vindo

Bem-vindo, 2024, ano do Dragão, ano de eleição.Vamos ter bastante tempo para nos conhecermos. No

“Brasil”

Como diz o show Saturday Night Live, “Live from New York City!!”. Aqui estou eu,